Notre Dame - Paris

Notre Dame - Paris

Se tem um lugar que é muito lindo de visitar e que vale muito a pena subir as centenas de degraus até chegar à torre e visitar o corcunda, esse lugar é Notre Dame. 

A famosa Catedral de Notre Dame é uma das mais antigas igrejas francesas no estilo gótico. Situada na Îlle de la Cité, rodeada pelas águas do Sena, Notre Dame teve sua construção iniciada em 1163.

Foto Acervo Zheit

Em toda sua história, Notre Dame foi reformada algumas vezes, sendo substituídos os arcobotantes, incluída a famosa rosácea e estátuas, bem como as reformas das capelas.

Notre Dame serviu de palco para importantes acontecimentos, como a coroação de Henrique VI da Inglaterra, em 1431 e de Napoleão Bonaparte, em 1804 e a beatificação de Joana D'Arc, em 1909.

Foto Acervo Zheit

Contudo, muito antes de Notre Dame existir, o local já tinha um histórico relativo ao culto religioso. Os celtas celebravam suas cerimônias onde, mais tarde, os romanos ergueram um templo para devoção de Júpiter. Além disso, no local de Notre Dame, existia uma das primeiras igrejas de Paris, a Basílica de Saint-Etienne, por volta de 528 d.C., projetada por Quiledeberto I (Rei Franco de Paris). Para substituir a construção da Basílica, surgiu a construção de uma Igreja Românica, que permaneceu até o início das construções de Notre Dame, em 1163.

No ano de 1160, o Bispo Maurice de Sully considerou que a construção da Basílica era pouco digna dos novos valores e mandou demolir. Durante o reinado de Louis VII, o projeto para a construção da Catedral é abençoado e todas as classes sociais tem interesse na criação de um novo símbolo de poder. Dessa forma, o projeto seguiu sem interrupções financeiras.

Foto Acervo Zheit

A construção teve início em 1163, refletindo alguns traços da Catedral de Saint Denis, mas ao longo do processo, vários arquitetos sugeriram mudanças de estilos, que estão presentes na construção. Em 1182, a nave da Catedral já estava terminada. Durante o reinado de Louis XIV - o rei sol - a Catedral sofreu algumas alterações para que o estilo barroco fosse implementado. 

Em 1793, durante a Revolução Francesa, mais elementos foram destruídos e muitos dos seus tesouros saqueados.

Foto Acervo Zheit

Em 1844, durante a época do romantismo, iniciou-se um programa de restauração, liderado pelos arquitetos Eugene Viollet-le-Duc e Jean-Baptiste-Antonie Lassus, que durou 23 anos.

Durante a ascensão da Comuna de Paris, em 1871, Notre Dame é palco, novamente, de turbulências sociais e quase foi incendiada.

Foto Acervo Zheit

Em 1965, graças às escavações para a construção de um parque subterrâneo na praça da catedral, foram descobertas ruínas romanas - catacumbas - e construções medievais.

Notre Dame tem duas torres com 69 metros de altura, com precisamente 387 degraus, onde se tem uma vista privilegiada da cidade de Paris, bem como pode visitar o campanário onde viveu o Corcunda e ver de perto as famosas gárgulas. As gárgulas são monstros que tem a função de manter afastadas das paredes da Catedral os demônios e as forças do mal. Elas também tem a função de direcionar a água suja para longe das paredes, garantindo uma função purificadora. 

Foto Acervo Zheit

Outro destaque de Notre Dame são os seus sinos. Diferentes sinos compõem o patrimônio histórico, entre eles, denominados:Angelique-FrançoiseAntoinette-CharlotteHyacinthe-JeanneDenise-David (na torre do norte) e o Bourdon Emmanuel (na torre do sul).

Já houveram mais sinos na Catedral, mas na Revolução Francesa, alguns foram derretido para a fabricação de canhões. O sino mais antigo é o Bourdin Emmanuel, sendo badalado apenas em eventos de grande importância, como visitas do Papa e comemorações, sendo que, desde sua instalação, em 1681, este sino badalou apenas 84 vezes.

Os sinos da torre norte badalam a cada quinze minutos ou em eventos históricos, como o fim da I Guerra Mundial, a Libertação de Paris em 1944. No ano de 2012, os sinos da torre norte foram derretidos e substituídos por nove novos sinos. Isto ocorreu em virtude do desgaste do cobre e porque os sinos perderam o tom. 

 

 

Por fim, não podemos deixar de mencionar a grande obra de Victor Hugo, o romance escrito em 1831 - "Notre Dame de Paris" - a famosa história do Corcunda de Notre Dame. A história se passa durante a Idade Média, quando Quasímodo se apaixona por Esmeralda, uma cigana. E, além do livro, tem o famoso desenho da Disney, que, com certeza, todos já viram.

 

Fique por dentro de tudo! Siga-nos no Facebook Twitter Instagram  e se inscreva no nosso canal no Youtube!!

Por Juliana Hembecker Hubert

Foto Acervo Zheit