14 de Abril - Tomada de Montese pela FEB

14 de Abril - Tomada de Montese pela FEB

FEB

14/04/2018 10:00

Montese é um município que ocupa uma vasta área de colinas, fazendo fronteira com as Provínicas de Bolonha e Modena, na Itália. Rica em vegetação, possuindo vários rios e bosques, Montese era considerada uma região de difícil acesso em virtude das fortificações alemãs construídas durante o período medieval. 

Nesse cenário, enfrentando neve e frio rigorosos (-10º), foi que a Força Expedicionária Brasileira (FEB), ficou encarregada de combater as tropas alemãs que ocupavam a região.

Contudo, não foi somente o frio extremo que complicou a vida de nossos pracinhas. Eles tiveram que se adaptar aos novos armamentos e uniformes, bem diferentes dos brasileiros que estavam acostumados. Após uma intensiva preparação, os pracinhas já estavam adaptados ao clima e ao armamento.

Soldados Brasileiros - inverno de 1944Soldados Brasileiros- inverno 44

Os aliados, desde o início do ano de 1945 lutavam contra os inimigos na Itália, mas, para conquistar o Norte, havia a necessidade de dominar a região de Montese. 

Em 14 de Abril de 1945, iniciou-se a conquista de Montese, sendo que a cidade foi ocupada no dia 15 e nos dias 16,17 e 18 ocorreu a manutenção da posse. 

Para cumprir a missão, foi designada a 2ª Companhia do 1º Batalhão do 11º Regimento de Infantaria, que cumpriria a missão em duas fases. A primeira fase se iniciaria as 9 horas com ataque de dois pelotões para dois postos avançados dos alemães. O 1º pelotão foi detido pelo fogo inimigo, conseguindo conquistar o objetivo após algumas horas. Já o 2º pelotão, foi detido em um campo minado, sendo fortemente castigado pela concentração do fogo de artilharia, sendo que o seu comandante foi atingido na cabeça. Diante desses fatos, o objetivo do 2º pelotão não foi cumprido.

A segunda fase da missão era o ataque principal à cidade. Teve início as 12 horas, com dois pelotões, sendo que, o 1º pelotão atacou o cume e, após conquistado 1/3 do percurso, foi atacado sob intenso fogo de artilharia, o que ocasionou cortes dos fios de telefone em vários pontos, o que dificultou o contato entre os pelotões.  

Superado tais contratempos, o pelotão cumpriu seu objetivo, atingindo o topo das elevações de Montese, mas, haviam perdido o contrato com a companhia e, o cume foi atingido por pesado bombardeio de artilharia, visando desalojar os alemães que permaneciam nas casamatas e trincheiras. A reação dos soldados alemães foi inútil, ou foram abatidos ou capturados.

Nessa conquista, foram mortos 34 soldados, 382 feridos e 10 perdidos, o que caracterizou uma das mais árduas vitórias de nossos soldados da FEB.

Na noite do dia 14 de Abril, as posições na encosta já estavam consolidadas, ficando um saldo de alguns soldados alemães mortos e oito capturados. 

A região de Montese era um dos Fortes mais resistentes da linha defensiva "Gengis Khan", a qual foi estabelecida pelos alemães, que cortava a Itália de costa a costa, em uma linha de 80 km, que tinha como referência do rio Senio. Com a conquista de Montese, significou o rompimento dessa barreira, o que contribuiu para que o inimigo fosse expulso da região de Panaro. 

Patrulha da FEB em Montese liderada por Max Wolff Filho

Tal fato contribuiu para a resistência alemã e também pelo fato de ter importante estratégia da área, ou seja, os alemães reagiram minando os campos e contra atacou usando blindados, bombardeios e morteiros. 

Após a vitória com a conquista e ocupação de Montese, as tropas brasileiras continuavam cobrindo o flanco esquerdo, a fim de manter as posições heroicamente conquistadas. Isso possibilitou que a 10ª Divisão de Montanha dos Estados Unidos rompessem com o dispositivo inimigo. 

Refúgio antiaéreo di Vereta

O sucesso da campanha de nossos pracinhas foi tamanha que o Comando aliado incentivasse as outras divisões. O General Crittenberger, comandante do IV Corpo enfatizou que: 

"Na jornada de ontem, só os brasileiros mereceram as minhas irrestritas congratulações; com o brilho do seu feito e seu espírito ofensivo, a divisão brasileira está em condições de ensinas às outras como se conquista uma cidade". 

A cidade de Montese quase já não existia. Mesmo após a conquista pela FEB, os alemães continuavam a bombardeá-la quase que ininterruptamente, usando artilharia e granadas de morteiros. Das 1121 casas que existiam na pequena cidade, 833 haviam sido destruídas, sendo que a batalha ceifou a vida de 189 civis, a cidade estava totalmente devastada. Mas, sua conquista pela FEB marcou o início da operação Grapeshot ou Ofensiva da Primavera.

FEB- Libertação de Montese em 14 de abril de 1945

Montese, libertada e agradecida às tropas, homenageou os brasileiros batizando uma de suas praças com o nome de "Piazza Brasile". Além disso, há dois monumentos e uma rua homenageando a FEB.

Desabrigados voltam para casa após conquista de Montese

Situado no primeiro andar da Fortaleza de Montese, há o Museu Histórico de Montese, tendo uma grande parte dedicada à FEB.Para conhecer mais do Museu, acesse: http://www.lineagoticamontese.eu/pt/

Museu em Montese

 

 

Fogo Inimigo sobre a FEB em Montese

         

Gostou? Compartilhe o post!!

 
Fique por dentro de tudo! Siga-nos no Facebook Twitter Instagram  e se inscreva no nosso canal no Youtube!!

 

Também temos um grupo de discussão sobre as Guerras no Facebook.Se você tem algum post, foto, vídeo, curiosidades sobre as Guerras, não deixe de compartilhar conosco!!

 https://www.facebook.com/groups/1828285280803861/

Por Juliana Hembecker Hubert