Os Doughboys da Guerra

Os Doughboys da Guerra

17/02/2021 10:00

Doughboys era um apelido popular para o soldado de infantaria dos Estados Unidos durante a I Guerra Mundial. Não se sabe exatamente o por que os soldados tiveram esse apelido, mas há algumas teorias.

Uma dessas teorias remonta à Guerra do México de 1846-48, quando os soldados de infantaria americanos faziam longas caminhadas por terrenos empoeirados, dando-lhes a aparência de estarem cobertos de farinha ou massa. Como uma variação desse relato, os homens foram revestidos com pó e como resultado, foram chamados de “adobes”, que se transformaram em “dobies” e, eventualmente, “pastores”. 

Também há a teoria que os cavaleiros usavam o termo para ridicularizar os soldados de infantaria, porque os botões de latão de seus uniformes se pareciam com bolinhos de farinha ou bolinhos de massa chamados de "breadboys", ou por causa da farinha que os soldados usavam para polir seus faixas brancas.

Na verdade, ninguém sabe como o curso da Primeira Guerra Mundial deu o termo Doughboy a toda a força expedicionária dos Estados Unidos. No entanto, quando o soldado dos EUA retornou em massa à Europa durante a Segunda Guerra Mundial, o termo Doughboy havia desaparecido: esses soldados agora eram soldados e seriam pelas próximas décadas. O Doughboy, portanto, tornou-se associado para sempre com a Primeira Guerra Mundial

Idependentemente da origem do apelido, aproximadamente quatro milhões de homens acabariam servindo nas Forças Armadas dos EUA de 6 de abril de 1917 a 11 de novembro de 1918.

Fontes: thoughtco, history, theworldwar, britannica, worldwar1centennial

Não esqueça de curtir nossas páginas no Facebook e no Instagram e nosso canal do Youtube

Também temos dois grupos de discussão sobre as Guerras no Facebook. Se você tem algum post, foto, vídeo, curiosidades sobre as Guerras, não deixe de compartilhar conosco!! Grupo GuerrasGrupo II Guerra e Grupo da FEB.

Por Juliana Hembecker Hubert