White Coke - a bebida do general soviético

White Coke - a bebida do general soviético

26/03/2021 10:00

Embora pouco conhecido, o líder do Exército Vermelho Georgy Zhukov desempenhou um papel central na derrota da Alemanha. O oficial general mais condecorado da história da Rússia, empurrou o exército alemão de Stalingrado de volta para Berlim.

Mas havia uma força poderosa à qual Zhukov não pôde deixar de ceder: o de uma Coca-Cola gelada.

A Coca-cola era fácil de conseguir durante a guerra, mesmo quando os soldados estavam em uma zona de combate. Em 1943, o General Dwight D. Eisenhower pediu à Coca-Cola Company para colocar 10 fábricas de engarrafamento no Norte da África, e a marca foi amplamente comercializada para soldados.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Coca-Cola trabalhou para se tornar sinônimo de valores americanos e patriotismo. Leia mais sobre a história da Coca-Cola na Guerra AQUI

Como o refrigerante estava amplamente disponível, era inevitável que Zhukov o experimentasse eventualmente. Zhukov adorou a bebida, mas sabia, no final da guerra, que seu hábito de refrigerante estava em perigo. A marca Coca Cola estava fortemente ligada à América, e para ter a aprovação do governo soviético, que a via como um símbolo dos valores capitalistas americanos, era uma tarefa impossível, uma vez que a bebida era proibida na União Soviética.

Zhukov realmente não queria desistir de sua nova bebida favorita, então fez a única coisa que fazia sentido para ele: perguntou se Truman poderia enviar a ele um estoque secreto de refrigerante, mas com alguns ajustes especiais.

Se Zhukov fosse pego com as garrafas exclusivas, Stalin poderia facilmente mandá-lo para o gulag, então Truman concordou em abordar a Coca-Cola Company e pedir-lhes que ajudassem o herói de guerra a encontrar uma solução.

Duas coisas principais deram à Coca Cola o visual exclusivo: a cor marrom escuro e o formato curvilíneo característico de suas garrafas.

Um dos químicos da empresa testou a receita até encontrar uma maneira de deixá-la com um gosto perfeito, sem o xarope caramelo que dava a cor ao refrigerante, deixando o refrigerante transparente.

Uma nova garrafa de lado reto foi projetada e tinha uma estrela vermelha soviética em sua tampa branca, e assim nasceu a White Coke. 

Para qualquer pessoa, parecia que Zhukov  estava bebendo vodca, o que era perfeitamente aceitável para o regime soviético.

A White Coke, criada em um pequeno lote especialmente para Jukov, nunca foi lançada de forma mais ampla. O projeto da White Coke foi interrompido depois que as 50 caixas foram produzidas em 1946 para Jukov.

E embora ele possa não ter vivido para ver o legado de sua ideia, Zhukov  foi um visionário de certa forma: em 1992, a Coca-Cola lançou sua própria cola de cristal “Tab Clear”, que foi vendida em 1994.

Fontes: rbth, atlasobscura, thevintagenews, envisioningtheamericandream

Por Juliana Hembecker Hubert

Não esqueça de curtir nossas páginas no Facebook e no Instagram e nosso canal do Youtube                                       

Também temos dois grupos de discussão sobre as Guerras no Facebook. Se você tem algum post, foto, vídeo, curiosidades sobre as Guerras, não deixe de compartilhar conosco!! Grupo GuerrasGrupo II Guerra e Grupo da FEB.